Seguidores solidários

domingo, 29 de janeiro de 2012

Universidade dos Pés-Descalços - Bunker Roy

Uma silenciosa revolução ecossociológica está acontecendo em várias partes do mundo. Uma revolução que é feita pala base, entre os intra-históricos, os homens e mulheres alijados desse sistema autodestrutivo que vige no planeta, e que, em virtude disso, de estarem na linha da miséria, no limite da necessidade, estão livres e aptos para essa mudança radical.
Não se trata uma revolução entre classes da velha política desse sistema moribundo, mas uma mudança de paradigmas, um revolução da consciência dos cidadãos, uma reciclagem do lixo das mentalidades deixadas por um sistema que traz em seu âmago sua própria destruição.
No Brasil, homens de idéias, como Miguel Nicolelis (já postamos sobre isso aqui neste blog) vão instaurando um novo tempo para a ciência mundial, em pleno Nordeste brasileiro. Esse tipo de atitude altruísta e visionária vai se replicando em várias partes do mundo.
Agora mesmo, em Rajasthan, na Índia, uma escola extraordinária ensina mulheres e homens do meio rural - muitos deles analfabetos - a tornarem-se engenheiros solares, artesãos, dentistas e médicos nas suas próprias aldeias. Chama-se Universidade dos Pés-Descalços, e o seu fundador, Bunker Roy, explica como funciona:




Com agradecimento ao blog Rejaneando, pelo compartilhamento.
Estamos nessa rede pra sonhar!

3 comentários:

Rejane Martins disse...

Sonhemos, pois! ...e realizemos a realidade plural.

Cristiano Marcell disse...

Este projeto é simplesmente magnífico! Já li sobre ele e assisti uma palestra, por vídeo, na net, com seu idealizador!

É muito interessante a mudança de conceito de Universidade!

Lugar do pensar disse...

qUE PROJETO DE VIA DIGAN, DEVE SER IMPLNATA DONO bRASIL JA!